Viajando de ferry de Londres até Amsterdam

Antes de falar sobre o jeito mais divertido de viajar entre Londres e Amsterdam, preciso explicar uma coisa: sou uma pessoa medrosa.

Sim, muito medrosa. Odeio dirigir. Mesmo viajando sempre, tenho pavor de avião. Só de pensar em ficar mais de uma hora dentro de um barco as cenas de algum navio hollywoodiano partindo ao meio já começam a me perturbar. Por isso o trem costuma ser a minha primeira opção na hora de viajar (sim, andar de trem é mais perigoso que todas as outras opções, mas vai explicar isso pra minha cabeça).

Sabe aquele ditado que diz que a melhor parte da viagem é o trajeto e não o destino final? É exatamente isso. Melhor ainda se o destino final for a estação central de alguma cidade e não um aeroporto a 20km de distância.

Mas na minha última viagem de Londres até Amsterdam eu resolvi encarar esse medo ridículo e experimentar um meio de transporte alternativo: o ferry. Ou barco. Ou balsa.

E tive as melhores 8 horas de viagem da minha vida.

ferry_londres_amsterdam_porto_2

Fazer o trajeto Londres-Amsterdam de ferry não foi a nossa primeira ideia. A intenção era ir de trem, mas depois de converter o real pela libra o que a gente queria mesmo era o meio de transporte mais barato. Ao pesquisar alguns preços de passagem de trem e de ônibus encontrei o site da Stena Line, empresa que faz diversos trajetos pelo mar saindo da Inglaterra.

O pacote rail&sail, que combina a viagem de trem de Londres (ou qualquer outra cidade da Inglaterra) até o porto de Harwich + a travessia de ferry + a viagem de trem do Hook of Holland até Amsterdam (ou qualquer outra cidade da Holanda), acaba saindo o mesmo preço que uma viagem de ônibus, em torno de 36 libras se você escolher viajar durante o dia. Dá para comprar as passagens pela internet e imprimir em casa, super fácil.

Mas se tem uma lição que eu daria pra vocês ao comprar qualquer coisa, coleguinhas, é: leiam as linhas pequenas. Mesmo que seja em outra língua, que você esteja cansada e ache que já é a profissional na arte da compra de passagens.

Obviamente não foi o que eu fiz.

O horário escrito na passagem era 9:00am. Assim que chegamos na Liverpool Station vimos que não tinha nenhum trem para Harwich saindo às 9:00, só alguns minutos depois. Aceitei que talvez tenha tido a sorte de ser a primeira pessoa a presenciar um atraso de trem em terras britânicas e pegamos o próximo trem até o porto. Só quando chegamos lá e vimos que éramos os dois únicos seres humanos além da atendente no porto que descobrimos que o ferry já tinha saído do porto. Às 9am.

10 horas esperando. 2 mapas. Um dicionário de alemão. Uma máquina de refrigerante e salgadinhos.

10 horas esperando. 2 mapas. 1 dicionário de alemão. 1 máquina de refrigerante e salgadinhos.

O próximo ferry para Londres estava marcado para às 22:00 e ainda teríamos que pagar uma taxa extra pela cabine, que é obrigatória para quem viaja durante a noite. Não tivemos outra alternativa barata além de passar o dia decorando palavras aleatórias em alemão, marcando lugares que queríamos conhecer no resto da viagem e se alimentando de pringles e refrigerante, já que tudo que o porto (que fica bem longe da cidade) tinha era um banheiro, uma máquina de snacks e uma mini lanchonete que fecha às 13:00.

Depois de passar algumas horas relembrando todas as decisões erradas que eu já tomei na vida, finalmente chegou a hora de embarcar. A primeira impressão foi: que lugar grande! Dois restaurantes, bar, mini cassino, salão de jogos e videogames, lojas de souvenir e até um fumódromo interno para ninguém ter que passar frio do lado de fora à noite.

IMG_7878

O ferry faz o transporte de passageiros, carros e muitos, muitos containers.

ferry_londres_amsterdam_restaurante

Como perder o medo de passar 8 horas em alto mar.

Como perder o medo de passar 8 horas em alto mar.

O restaurante serve um buffet bem completo no jantar e o bar funciona só até pouco depois da 1:00am (chora um pouquinho que eles deixam você ficar lá até mais tarde). Resultado: fomos para a cabine às 3:00am e cinco minutos depois, às 6:30am, o despertador já estava tocando.

ferry_londres_amsterdam

Ele também estava chat porque a viagem já ia acabar.

IMG_7880 IMG_7896

 

O café da manhã funciona das 6:30 às 8:00. Às 7:30 a fila para pegar o único elevador do ferry já começa a ficar grande. Ir com uma mala/mochila que você consiga carregar subindo e descendo escadas é sempre uma boa, em qualquer tipo de viagem.

A estação de trem é no próprio porto, então para chegar no seu destino final não tem erro (não acreditem em mim, sempre tem, leiam as placas e as linhas pequenas, ok?).

Além do ferry entre Londres e Amsterdam, a Stena Line também oferece rotas para a França, Irlanda e entre vários países do norte da Europa e da Escandinávia.

Já pode voltar?

ps: esse casal fez um post com t-o-d-a-s as informações que alguém possa precisar para fazer essa viagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s